Cuidado com o Golpe do registro de Marca

Cuidado com o Golpe do registro de Marca

Talvez você nunca tenha ouvido falar no Golpe do Registro de Marcas. Eu também não tinha ouvido até me ligarem na semana passada…

Vou deixar essa experiência aqui porque sei que a maioria que nos segue tem negócio e ninguém trabalha duro para ser enganado.

Antes de tudo, o INPI não faz envio de boletos, nem por e-mail e nem físico, além de não fazer nenhum tipo de contato telefônico fazendo solicitações ou oferecendo serviços.

Pelo que pesquisamos diversos tipos de fraude:

  1. Empresa fantasma que vai se passar como prestadora de serviço e ficar com o seu dinheiro
  2. Boletos falsos se passando pelo INPI
  3. Empresa que até existe e vai prestar o serviço com valor abusivo e usufrui de mentiras para forçar o cliente a fechar o serviço

Com a gente funcionou assim: 13:31 o telefone toca. Atendemos, do outro lado da linha se identificaram e falaram que queriam falar com o responsável pela Marca.

“Sou da empresa X e estamos aqui com um cliente do Paraná querendo registrar uma marca, porém verificamos que se trata de uma marca exatamente igual à sua. Como você está a mais tempo no mercado estamos ligando para avisar que se você não registrar a sua antes, poderá perdê-la, pois registraremos a dele.” De sobressalto, ficamos sem saber como agir (até porque amo o nome da minha agência).

A atendente era muito bem treinada e falava de forma técnica e persuasiva. A vontade inicial é fechar e garantir minha marca… Mas respiramos fundo e pedimos para enviarem as informações por e-mail.

Cresci em cidade pequena e sou desconfiado por natureza. Ao Pesquisar por “Golpe do Inpi” no Google recebemos uma avalanche de resultados. E o mais interessante: todos usam exatamente o mesmo script nas ligações.

Fique de olho nos detalhes. Com a gente, a empresa se dizia com 10 anos de mercado. Tinha apenas 20 postagens num instagram recente. No rodapé de um site bem construído tinha o link da agência que fez. Era fake.

São muitas abordagens feitas por golpistas, sejam eles de empresas de Registro de Marcas, escritórios de advocacia ou de pessoas físicas mesmo, que se aproveitam da consulta pública no site do INPI para verificar as empresas ou pessoas físicas que já procederam com pedidos de Registro, e aplicam a fraude do boleto.

O que é o Registro de Marcas?

Cuidado com o Golpe do registro de Marca

O Registro de Marcas realizado no INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial) é o que assegura a proteção da marca, e é fundamental para qualquer empreendedor. O Certificado de Registro, na prática, é como se fosse a escritura de um imóvel: só é dono da marca quem a registra. Ele é válido em todo o território nacional e titular tem o direito legal de usar a marca com exclusividade em seu segmento, protegendo o próprio negócio contra cópias.

O INPI se baseia na Lei da Propriedade Industrial – LPI 9279/96, que regula os direitos e obrigações referentes a propriedade industrial. 

O INPI identificou 107 empresas de consultoria que forjam ser o órgão oficial, mas que não têm qualquer relação com ele.

Principais características das fraudes em Registro de Marca

Cuidado com o Golpe do registro de Marca

Ao receber algum tipo de contato por mensagem ou ligação telefônica, fique esperto em relação a alguns traços e características que apontam para fraudes. Veja:

– Na ligação, o emissor da mensagem não é muito claro sobre a empresa que representa, e muitas vezes menciona o próprio nome de forma confusa. 

– A suposta empresa (que em alguns casos se diz representante do INPI) pode ligar mais de uma vez, avisando que a situação de seu registro pode estar complicada, o que eleva os valores de cobrança.

– Qualquer boleto que chega por e-mail ou pelos correios, com logomarca do INPI.

Já estamos registrando direto no INPI. É bem tranquilo. Vamos fazer um artigo com o passo-a-passo e deixar aqui.

O que fazer se você for vítima do golpe

Hoje em dia, mesmo com muitas informações a nosso dispor, ainda somos vulneráveis aos golpes e fraudes, sejam eles pela internet ou por telefone. Se você foi vítima de um golpe e pagou um boleto fraudulento, tome as seguintes atitudes:

  • Reúna o máximo de informações que você puder sobre a empresa ou pessoa para a qual você realizou o pagamento. 
  • Registre imediatamente uma ocorrência em qualquer delegacia de Polícia Civil ou em uma unidade da Polícia Militar.  

Se você estiver com seu pedido em andamento no INPI e pagar o boleto fraudulento, não se preocupe: isso não afetará o processo de Registro de sua Marca. O que vai acontecer, infelizmente, é que seu dinheiro irá parar nas mãos de golpistas.

Fonte: Consolide

PS: Se você realmente gostou desse conteúdo, fica meu convite para nos acompanhar nas redes sociais: FacebookInstagram e Twitter.

Deixe um comentário

× WhatsApp